João Candido II

O João Cândido II foi concebido a partir de um projeto de rebocador portuário real feito por um mestrando da Escola Politécnica da USP. Suas dimensões foram adaptadas para a competição DUNA 2017. Trata-se de um rebocador com propulsão azimutal, único da competição com esse mecanismo. Obteve classificação 3º lugar em projeto, 6º em corrida e 14º colocado no geral.

Competiçao DUNA - 2017

Para o desenvolvimento desse modelo foram utilizados softwares, como o Rhinoceros para a criação do CAD do casco e o Hydromax Professional, a fim de avaliar de forma iterativa características como deslocamento, coeficientes de forma e estabilidade inicial.